Presidente do PSB: PT tem de definir prioridade e abandonar “visão exclusivista”

(crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

Às vésperas de uma reunião decisiva com a diretoria do PT, sobre a articulação de uma eventual federação, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, enfatiza: “A situação exige que o PT escolha qual é a sua prioridade: se é disputar com o seu principal aliado, na esquerda, os governos estaduais, ou se é conquistar a Presidência da República. Nós estamos dispostos a colaborar com a eleição de Lula, mas também queremos que o PT esteja disposto a colaborar com as nossas candidaturas”.

O PSB vai se preparando fortemente para dar continuidade às negociações em torno da campanha presidencial, porque o partido, muito provavelmente, vai apoiar o ex-presidente Lula e há, também, uma série de demandas apresentadas ao PT e de apoio em pelo menos cinco estados. Até agora, não há nada de concreto.

FONTE: correiobraziliense

Na primeira pesquisa de 2022, Lula aparece com 22 pontos à frente de Jair Bolsonaro

Na primeira pesquisa de 2022 sobre as intenções de voto para presidente, realizada pela Genial Investimentos e Quaest Consultoria, divulgada nesta quarta-feira (12), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece na liderança. Se a eleição fosse hoje, petista teria quase o dobro dos votos do atual mandatário.

No primeiro turno, Lula teria 45% dos votos, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), que aparece com 23%; o ex-juiz federal e ex-ministro da Justiça Sergio Moro (Podemos), com 9%; o ex-governador Ciro Gomes (PDT), com 5%; o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), 3%; e a senadora Simone Tebet (MDB), com 1%.

O levantamento ouviu 2.000 pessoas, com 16 anos ou mais, de 06 e 09 de janeiro. As entrevistas foram presenciais. O índice de confiança, segundo o instituto, é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-00075/2022.

(Co informações do UOL)