Roberto Rocha emplaca secretário no governo Bolsonaro

O Diário Oficial da União desta quinta-feira traz a nomeação de Pedro Ronald Maranhão Braga Borges para o cargo de secretário nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional, informa a Crusoé. A indicação de Pedro Maranhão (ex-chefe da Casa Civil no governo José Reinaldo) é atribuída ao líder do PSDB no Senado, Roberto Rocha, um dos tucanos mais próximos do presidente Jair Bolsonaro. Roberto Rocha e Bolsonaro estiveram juntos há uma semana, conforme a imagem acima. Rocha também foi o responsável pela indicação de Maura Jorge na Funasa e ajudou na escolha de Natalino Salgado para reitor da Ufma.

Senador Roberto Rocha propõe “Zona Franca” do Maranhão

O relator da reforma tributária no Senado, Roberto Rocha (PSDB-MA), enxertou na proposta quatro itens que beneficiam o Maranhão. Propôs a criação de uma “zona franca” em São Luís e até a destinação de recursos reservados à Região Norte. O parecer foi apresentado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Nos bastidores, Roberto Rocha é apontado como provável candidato ao governo do Maranhão em 2022.  Uma das propostas que Rocha colocou na reforma tributária cria uma espécie de “zona franca” em São Luís, chamada de Zona de Processamento de Exportações do Maranhão (Zema).